aposentar com dividendos

sobre nós

Somos um casal em busca da LIBERDADE FINANCEIRA e queremos compartilhar nossa saga para alcançar esse objetivo. Mostrar real por real conquistado, compartilhando o conhecimento, erros e acertos adquiridos ao longo desse caminho. Nesse site iremos mostrar mês a mês o nosso orçamento familiar, nossos investimentos, dividendos recebidos e a evolução do nosso patrimônio. Para atingir a tão sonhada LIBERDADE FINANCEIRA temos como meta acumular o capital de R$1.300.000,00, estimamos uma taxa média de retorno em nossos investimentos de 0,7% a.m. Desta forma, teríamos 3x o gasto mensal da nossa família que gira em torno dos R$3000,00,

CONTADOR DE ACESSOS

nessa realidade, mantendo o mesmo padrão de vida ainda deteríamos R$6.000,00 para investirmos. Dinheiro gera dinheiro, assim, vamos criar uma bola de neve que vai aumentando com o tempo e investimentos certos. Compreendemos que não será fácil, mas, estamos preparados para essa maratona, sabendo que vamos nos deparar com imprevistos e dificuldades. O que nos tranquiliza é a certeza de que estamos mais próximos do que ontem para alcançarmos a nossa meta.

A intenção em abrir nossa carteira de ativos ao público não é fornecer nenhuma dica, mas sim uma forma de estudo e mostrar que o mundo dos investimentos é para todos.



NOSSO CONTROLE FINANCEIRO

Desde quando decidimos iniciar nossa busca pela LIBERDADE FINANCEIRA, começamos a ter nosso controle de gastos mensais. Temos todas as nossas despesas fixas controladas pelo aplicativo Mobills ( aluguel, internet, energia, água, plano de saúde) que são pagas através do aplicativo do nosso banco, separamos uma quantia para nossos gastos diários (açougue, padaria, supermercado, farmácia) e então, após quitar todas as despesas mensais, transferimos a quantia restante que gira em torno dos 35% do que recebemos no mês para investir em nosso futuro. O mais interessante no mundo dos investimentos é que com o passar do tempo, com crescimento dos dividendos recebidos das ações e dos alugueis dos fundos imobiliários, vamos investindo cada vez mais dinheiro, pois mantemos o nosso padrão de vida. Sempre que recebemos um não recorrente ( dinheiro de venda de algo, negócios de ocasião) utilizamos esse dinheiro para investir também.

Todos os anos buscamos fazer nossas viagens para descansar e colher os frutos dos nossos investimentos. Criando metas e recompensas, vamos crescendo juntos e nos apoiando em busca de um único objetivo.

Corrida dos ratos

(O termo “Corrida dos Ratos” refere-se a roldana dentro da gaiola do rato, onde ele corre, corre, e nunca chega a lugar algum).

Do outro lado existem aqueles que quanto mais trabalham para ganhar dinheiro mais gastam para se manter, sempre aumentando o seu padrão de vida ou se endividando cada vez mais, entrando no que o autor do livro Pai Rico, Pai Pobre, Robert Kiyosaki chama de a corrida dos ratos. Um exemplo disso é com respeito ao trabalho, muitas pessoas acordam bem cedo, pegam trânsito, trabalham o dia todo, fazem horas extras, com intuito de ganhar mais e vivem insatisfeitas pois, não tem qualidade de vida. Criando um círculo vicioso, acreditando que a aposentadoria irá libertá-lo, porém, segundo o levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 47% dos aposentados que ainda trabalham estão nesta situação por necessidade financeira – ou seja, o valor do benefício do INSS não é suficiente para pagar as contas. Destes, 45% são das classes A/B e 48% das classes C/D/E. A pesquisa consultou brasileiros acima de 60 anos, em todas as capitais e de todas as classes sociais e nível de escolaridade, entre os dias 7 e 20 de agosto de 2018.

Comece hoje mesmo a se planejar, pois a constância dos aportes e o tempo são fatores determinantes para se aposentar com dividendos.

Há uma frase atribuída a Albert Einstein, "juros compostos são a oitava maravilha do mundo. Quem entende, ganha. Quem não entende, paga." A título de exemplo, um casal que aporta mensalmente R$1000,00, durante 25 anos com uma rentabilidade anual de 8%, no final teriam poupado R$300.000,00 e teriam ganho de juros, aproximadamente, R$610.000,00 totalizando um montante de R$910.000,00. Outro casal fazendo aportes mensais de R$5.000,00, durante 10 anos e com a mesma rentabilidade anual, no final teriam investido R$600.000,00 do seu bolso e teriam ganho em torno de R$300.000,00 de juros totalizando R$900.000,00. Percebam aqui o que os juros compostos fizeram com o dinheiro do primeiro casal, praticamente multiplicou o capital investido por 3x. Ou seja, sabendo-se utilizar desse recurso a seu favor, com o tempo como aliado, o seu retorno será certo e cada vez maior.

FAÇA AQUI SEU COMENTÁRIO